Batizado Tradicional Indígena

Imagem: Divulgação

A pandemia do novo coronavírus alterou a data, mas a comunidade Nova Esperança ainda pretende realizar o segundo batizado indígena. As pessoas que irão participar da cerimônia passarão por mergulhos e banhos medicinais. O evento é uma das atividades de turismo indígena desenvolvidas pela comunidade, que faz parte da Terra indígena São Marcos e está localizada no município de Pacaraima, região Norte de Roraima.

Para os indígenas, batizar-se significa fazer um reencontro com as origens, além de colocar os pés no chão, olhar as estrelas do céu, sentir o aroma da terra e a Cruviana durante a madrugada. As pessoas que irão receber um nome indígena Macuxi, Wapichana ou Taurepangue.

De acordo com Alfredo Silva Wapichana, coordenador geral do batizado tradicional indígena da Nova Esperança, o nome indígena é escolhido de forma prévia. “Esses nomes são escolhidos mediante uma entrevista que é feita com o participante. Cada pessoa recebe o nome que é definido por meio de histórico de vida e personalidade”, explicou.

A cerimônia é liberada para qualquer pessoa que tenha interesse em participar do ritual. Informações: (95) 99177-5488


 

ESPAÇO DE PERGUNTAS E COMENTÁRIOS

Escreva aqui a sua pergunta ou comentário.

Seu e-mail não será exposto aos visitantes deste site.


*