Que máscara eu “visto”? Já não bastava que roupa eu visto

O uso de máscaras agora é uma obrigação em várias cidades no Brasil. Foi comprovado que o uso do EPI – Equipamento de Proteção Individual reduz o risco de contaminação do novo coronavírus. O Ministério da Saúde chegou a publicar uma nota informativa orientando a população sobre o tipo de máscara e os tecidos que devem ser utilizados na confecção. A ideia é deixar as máscaras cirúrgicas apenas para os profissionais da saúde.

https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/04/1586014047102-Nota-Informativa.pdf

Com a liberação para produzir as máscaras caseiras, surgiram vários modelos e estampas. O Blog da Iara conversou com a consultora de imagem Dália Castanheira para dar dicas, já que a máscara vai fazer parte do nosso visual por um bom tempo.

Blog da Iara: No Japão é comum usar máscaras quando as pessoas estão resfriadas. É um costume e também o que chamam de “etiqueta respiratória”. Mas os orientais usam máscaras brancas e os brasileiros resolveram colocar cor e estampa?

Dália: Verdade e ainda bem!! As máscaras terão o papel principal que consiste em proteger a nós e aos outros, mas como surgiram em tecido, com cores e estampas diferentes, passam obviamente a ter um papel secundário também, que é o de acessório.

Blog da Iara: Além da proteção elas trazem um pouco do estilo de cada um?

Dália: Sem dúvida, com as várias opções se torna mais agradável o uso de um item que a grande maioria das pessoas não usava. E eu digo mais agradável no sentido que podemos escolher a máscara que nos agrada mais e deixar as tradicionais e conhecidas para o pessoal da saúde.

Blog da Iara: Tem dicas para a escolha?

Dália: Claro, quem é mais romântico vai preferir uma máscara com florzinha. Já a mulher mais sexy optará por um animal print. Haverá quem vá amar as máscaras com uma estampa mais ousada ou criativa.

Os homens acredito que na maioria, devem adotar os tons mais clássicos ou talvez uma padronagem de camuflado. Quem é mais clássico optará por máscaras mais discretas e tem ainda máscara de marca, que a indústria da confecção já colocou as máquinas para trabalharem com essa nova “tendência”.

Blog da Iara: Em evidência, esse acessório traz uma mensagem visual?

Dália: Com certeza! O cuidado fundamental, será não esquecer que as cores e as estampas das máscaras passarão uma mensagem. Então terá que haver o cuidado de escolher a estampa que seja adequada ao momento. Por exemplo, uma estampa de bonequinhos ficará ótima num passeio com a família, mas talvez não combine com a mensagem que precisa de passar no seu local de trabalho.

Blog da Iara: As cores também influenciam?

Dália: É o mais importante!! Em relação às cores tem que haver um cuidado na escolha porque nem todas as cores nos favorecem, e estamos falando de cores que ficam junto ao rosto. Uma cor que não combina com o seu tom de pele fará com que fique com olheiras e um ar mais cansado enquanto que, pelo contrário, uma cor favorável tornará a sua pele radiante.

Blog da Iara: Um acessório novo e que pelo jeito será usado por um bom tempo. Qual é a dica da especialista?

Imagem da internet

Dália: É um momento de adaptação. Estamos vivendo algo que ninguém estava preparado e que obviamente tem que ser respeitado. Mas, vamos tirar o melhor proveito disso, usando a máscara que tiver mais a ver com o nosso estilo pessoal e que vai, de alguma forma, trazer leveza para uma situação que a que ninguém consegue ficar imune e que nos traz muito medo e incertezas.

Outra dica é observar as cores de roupa que prevalecem no seu armário. Compre as máscaras de forma a que possam combinar para que haja uma harmonia no look total. Na dúvida aposte em tons neutros que combinam com tudo!!!

 

ESPAÇO DE PERGUNTAS E COMENTÁRIOS

Escreva aqui a sua pergunta ou comentário.

Seu e-mail não será exposto aos visitantes deste site.


*