Salto Aponwao – Um segredo da Gran Sabana

Aponwao foi um dos lugares mais fantásticos que conheci, até agora. Esse belo rio na Gran Sabana Venezuelana, e a queda d´água com mais de 100 metros de altura fazem a gente se sentir pequeno diante da sua grandeza e da demonstração de força da mãe natureza.

Estar bem perto da Gran Sabana, uma região de savanas no sul da Venezuela, deve ser um incentivo aos moradores de Roraima para visitar esse lugar único no planeta. A região está inserida no Parque Nacional Canaima, criado em 1962 e declarado patrimônio da humanidade pela UNESCO em 1994. Faz parte do Estado de Bolívar e possui inúmeras cachoeiras e lugares incríveis ainda desconhecidos por muitos brasileiros. O conselho do blog é fazer essa viagem em um veículo venezuelano, pois é mais seguro em todos os sentidos. São os motoristas desses carros 4X4 que conhecem bem a região e literalmente os melhores caminhos.

O nosso destino é o Salto Aponwao em uma viagem pelas lindas paisagens da Gran Sabana. São 222km de distância até chegar na margem do Rio Aponwao. Trocamos o veículo terrestre por uma canoa de madeira, típica dos índios da região. A viagem segue pelo rio e são cerca de vinte minutos até outra margem, onde deixamos o barco e seguimos a pé. A paisagem e as inúmeras espécies de plantas nos distraem e a chuva, comum no mês de julho na região, não é obstáculo para continuar.

Com cerca de 15 minutos de caminhada percebemos a mudança no rio, que começa ficar mais agitado, com mais pedras e já podemos ouvir o barulho da cachoeira. Ao chegar nos deparamos com uma grande cachoeira. Incrível! Fantástica! Uma queda com 109 metros e muita água. O rio está bem cheio.

Depois de contemplar e fazer muitas fotos é hora de continuar. Vamos descer e ver o salto Aponwao de um ângulo diferente. O caminho da trilha merece atenção, pois são muitas pedras e em época de chuva fica escorregadio. O local é bem sinalizado e foram improvisados corrimões para auxiliar na descida.

O barulho da cachoeira avisa que estamos chegando e quando percebemos a sua imponência é impossível não se emocionar.

Você se sente pequeno diante da grandeza e da forca da água.

Passamos um tempo no lugar mesmo chovendo muito. Perdemos grande parte das fotos e vídeos da viagem, mas na memória as imagens ficarão pra sempre com lembrança de um lugar fantástico! 

Dormimos em uma pousada no meio da Gran Sabana, construída toda de pedras. Faz muito frio a noite e o céu dessa região da Venezuela é um espetáculo a parte.

No dia seguinte seguimos viagem para conhecer outras cachoeiras.

A Gran Sabana é sempre surpreendente. É impressionante como a região possui lugares fantásticos. Caminhos que merecem ser contemplados. Só ou acompanhad@.

 

ESPAÇO DE PERGUNTAS E COMENTÁRIOS

Escreva aqui a sua pergunta ou comentário.

Seu e-mail não será exposto aos visitantes deste site.


*