Roraimeira – Comendadores da Ordem do Mérito Cultural

O dia 28 de novembro de 2018 entrou pra história da cultura roraimense. O trio roraimeira (Eliakin Rufino, Neuber Uchôa e Zeca Preto) recebeu em Brasília, a maior condecoração entregue a pessoas, grupos artísticos e iniciativas que contribuem para a cultura brasileira.

Os três amigos que resolveram em 1984 criar um grupo para cantar o regionalismo se tornaram na maior referência da música, da poesia, da dança, da arte roraimeira.

A Ordem do Mérito Cultural foi criada pelo Governo Federal em 1995 e ocorre todos anos para comemorar o Dia Nacional da Cultura (5 de novembro). A escolha dos comendadores é por meio de seleção entre nomes previamente indicados e qualquer pessoa pode essa fazer a indicação. Os selecionados são avaliados por uma comissão técnica, constituída por gestores das secretarias do Ministério da Cultura, que depois encaminha ao Conselho da Ordem do Mérito Cultural, formado por ministros de Estado das Relações Exteriores, da Educação e da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Roraimeira entra para a história da cultura brasileira ao lado de grandes nomes como: Ary Barroso cazuza, Vinícius de Moraes, Candido Portinari, Carmem Costa, Dorival Caymmi, Projeto Axé, Oscar Niemeyer, David Assayag Ariano Suassuna, Tizuka Yamasaki, Dominguinhos, Caetano Veloso, e muitos outras pessoas que contribuíram e ainda contribuem com a cultura.

 

ESPAÇO DE PERGUNTAS E COMENTÁRIOS

Escreva aqui a sua pergunta ou comentário.

Seu e-mail não será exposto aos visitantes deste site.


*